NO AR

Bola em Jogo

De 12:00 às 15:00
> Ver a programação completa

A seguir

Super Futebol Tupi

12:00 Bola em Jogo

ESPORTES

18/06/2017 18:09

Em jogo eletrizante, Fluminense e Flamengo empatam no Maracanã

Tricolor fica na frente duas vezes, mas não consegue segurar o resultado no fim da partida

Por: Departamento Web
  
Foto: Mailson Santana l Fluminense
Em um belo domingo de sol, a tarde carioca estava propícia para um ótimo fla-flu. E foi. As duas equipes entraram em campo buscando a vitória e exibiram uma boa partida no Maracanã. Gols não faltaram, mas não teve vencedor. Fluminense e Flamengo empataram em 2 a 2.

O começo do Fla-Flu foi acelerado. Em questões de segundos, o rubro-negro deu um chutão para frente e a zaga tricolor falhou. Na sobra, Vinícius Junior arrancou mas chutou fraco nas mãos de Júlio César. A posse de bola do Flamengo era maior que a do Fluminense, que errava muito no início do jogo.

Após os 30 minutos da primeira etapa, o tricolor tomou conta da partida e acabou sendo mais eficiente. Em contra-ataque, Gustavo Scarpa dá belo passe por cima da defesa do Flamengo, que ficou parada, e Wendel sozinho chutou no trave e no rebote fez o gol. 

No intervalo, o técnico Zé Ricardo fez duas mudanças: colocou Berrío no lugar de Vinícius Júnior e Willian Arão na vaga de Márcio Araújo. O Flamengo voltou com outra postura e pressionou o Fluminense. Aos 9 minutos, em uma confusão dentro da área tricolor, Diego mandou a bola para o fundo das redes, empatando a partida.

A pressão rubro-negra persistiu e Berrío era a válvula de escape do time. Aos 26 minutos, o colombiano driblou Henrique e saiu cara a cara com Júlio César. O atacante chutou, mas Reginaldo em velocidade tirou a bola, evitando a virada do Flamengo.

Aos 19 minutos, o árbitro Vinícius Gonçalves teve um problema na coxa e precisou ser substituído por Flávio Rodrigues, o assistente da linha de fundo.

Sumido na partida, Henrique Dourado teve a chance de ouro aos 35 minutos. Richarlison saiu em velocidade e foi derrubado pelo goleiro Thiago dentro da área. O árbitro marcou pênalti. O ceifador foi para a cobrança e converteu, dando um banho de água fria no Flamengo.

No embalo da torcida, o rubro-negro não desistiu e continuou pressionando o tricolor. Aos 49 minutos, Trauco arriscou de fora da área e o quique da bola enganou Júlio César. Após o apito final, jogadores reclamaram muito da arbitragem.

Palinha do Apolinho:

- Foi um típico Fla-Flu. Principalmente no segundo tempo, que foi alucinante e eletrizante. O Wendel fez uma excelente partida até sair, foi o craque do jogo. E o Flamengo, que estava derrotado até os 49 minutos, conseguiu o gol em um lance isolado. Isso é Fla-Flu, empolgante do início ao fim.

A partida foi narrada por José Carlos Araújo.

Confira:

PUBLICIDADE